CINEMATECA

> ATUAIS

Maio 2017

Maio 2017

A Linguagem do Cinema – Série II

 

Na segunda quinzena do mês a Cinemateca lançará no Rio de Janeiro e em diversas outras cidades brasileiras o segundo volume da coletânea A Linguagem do Cinema, dedicada ao processo criativo dos cineastas brasileiros. Com a série original, produzida entre 1997 e 2001, a atual é composta de 10 títulos, enfocando diretores de diversas gerações e tendências estéticas. Dirigida por Geraldo Sarno, um dos grandes documentaristas brasileiros, a série entrará em cartaz na Cinemateca do MAM e terá exibições especiais em diversos espaços relacionados com um ou outro personagem, como é o caso da Walter Goulart, ativo sindicalista, cujo episódio será apresentado também no Sindicato Interestadual dos trabalhadores na Indústria Cinematográfica e do Audiovisual – STIC, ou de Ricardo Miranda, emérito cineasta, montador e professor de montagem, cujo episódio será exibido na Escola de Cinema Darcy Ribeiro, onde deu aulas. A Cinemateca conduzirá em seguida a exibição da série em outras cidades brasileiras, ampliando a difusão do filme brasileiro independente junto ao público.

 

Cinema de Invenção

 

Por ocasião do lançamento da nova edição do clássico estudo do critico Jairo Ferreira, “Cinema de Invenção”, a Cinemateca, em parceria com o cineasta Paulo Sacramento e o cineclube Risco Cinema, apresenta uma pequena mostra envolvendo títulos comentados no livro. Com Curadoria do coletivo Risco Cinema, o evento envolve também um curso e uma tarde-noite de autógrafos em que além da brochura der Jairo Ferreira serão também lançados no Rio de Janeiro a autobiografia do cineasta Geraldo Veloso, que virá especialmente de Belo Horizonte para o encontro, e o estudo de Renato Coelho sobre a obra de autor de filmes emblemáticos da cena experimental brasileiro, como O Vampiro da Cinemateca e Horror Palace Hotel.

 

Eugène Green

 

Entre os cineastas cuja carreira inicia-se no século XXI, um dos mais celebrados é o do estadunidense naturalizado francês Eugène Green. Com significativa carreira no teatro desde os anos 1970, Green passou ao cinema tardiamente, desenvolvendo a premissa de que a língua constitui a pátria social, cultural e existencial do homem, contrapondo-se ao efeito globalizador e ao utilitarismo de Barbaria (os Estados Unidos da América). Compondo um cinema diagramático, onde cada peça estimula e reverbera as demais, transpõe para o cenário contemporâneo questões e estratégias de uma formação civilizatória positiva, ecoando o barroco em novas chaves e fazendo das ausências um princípio de movimento e construção do viver atual. A mostra apresentada explora principalmente seus longas metragens, seguindo o rastro do recentemente lançamento no país de O filho de Joseph.

 

 

ter 2

14h – Mostra Cinema de Invenção: Curso – Palestras de Guiomar Ramos (O Cinema Marginal e a transgressão de José Agrippino) e Leonardo Esteves (Revolução permanente – o pós-Belair).

Classificação indicativa Livre

 

16h – Mostra Cinema de Invenção – Hitler IIIo. Mundode José Agrippino de Paula. Brasil, 1968. Com Jô Soares, José Ramalho e Eugênio Kusnet. 70’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 16 anos

 

18h – Mostra Cinema de Invenção – Memórias de um estrangulador de loiras/Memories of a blonde stranglerde Júlio Bressane. Brasil/Grã-Bretanha, 1971. Com Guará Rodrigues. 71’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 16 anos

 

qua 3

14h – Mostra Cinema de Invenção: Curso – Palestras com Luiz Alberto Rocha Melo (O “insigneficante” Limite: o fim e o princípio) e Luiz Cláudio da Costa (A revolta da Terra e a noite do homem: o cinema experimental de Simone Cortesão).

Classificação indicativa Livre

 

16h – Mostra Cinema de Invenção – Perdidos e malditosde Geraldo Veloso. Brasil, 1970. Com Paulo Villaça e Maria Esmeralda. 75’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 18 anos

 

18h – Mostra Cinema de Invenção – Longo caminho da morte de Júlio Calasso. Brasil, 1971. Com Dionísio Azevedo e Othon Bastos. 90’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 16 anos

 

qui 4

14h – Mostra Cinema de Invenção: Curso – Palestras com André Parente (Contracultura e cinema marginal) e Hernani Heffner (Onde andaria Meteorango Kid?).
Classificação indicativa Livre

16h – Mostra Cinema de Invenção – Jardim de Guerra de Neville D’Almeida. Brasil, 1968. Com Joel Barcellos e Maria do Rosário Nascimento Silva. 90’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 18 anos

 

18h – Mostra Cinema de Invenção – O jardim das espumas de Luiz Rosemberg Filho. Brasil, 1970. Com Fabíula Francarolli e Getúlio Ferreira Haag. 120’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 16 anos

 

sex 5

14h – Mostra Cinema de Invenção: Curso – Palestras com Remier Lion (Cinema: Invenção, Paranóia e Mistificação) e Renato Coelho (Jairo Ferreira: viver cinema).

Classificação indicativa Livre

 

16h – Mostra Cinema de Invenção – República da traição de Carlos Ebert. Brasil, 1969. Com Vera Barreto Leite e Antônio Pedro. 79’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 18 anos

 

18h – Mostra Cinema de Invenção – Os monstros de Babaloo de Elyseu Visconti. Brasil, 1970. Com WilzaCarla, Zezé Macedo e Helena Ignez. 98’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 18 anos

 

sab 6

14h30 – Mostra Cinema de Invenção – Sagrada famíliade Sylvio Lanna. Brasil, 1970-2. Com Paulo César Pereioe Nelson Vaz. 86’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 16 anos

 

16h – Mostra Cinema de Invenção – Horror Palace Hotelde Jairo Ferreira. Brasil, 1978. Com José Mojica Marins, Rogério Sganzerla e Júlio Bressane. 50’. + O insigne ficante de Jairo Ferreira. Brasil, 1980. Com Jairo Ferreira. 60’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 12 anos

 

18h – Mostra Cinema de Invenção: Debate e Lançamento dos Livros “Cinema de Invenção”, de Jairo Ferreira, “O cinema e a crítica de Jairo Ferreira”, de Renato Coelho, e “O cinema através de mim (ou A longa trajetória de Odisseu de Almeida)”, de Geraldo Veloso, com a presença de Paulo Sacramento, Renato Coelho, Guiomar Ramos, Geraldo Veloso, Luiz Rosemberg Filho e Neville D’Almeida.

Classificação indicativa Livre

 

dom 7

15h – Coda I – Belair de Bruno Safadi e Noa Bressane. Brasil, 2009. Documentário. 80’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 14 anos

 

17h – Coda II – Mr. Sganzerla – Os signos da luz de Joel Pizzini. Brasil, 2012. Ensaio. 90’. Exibição em DCP.

Classificação indicativa 14 anos

 

ter 9

18h30 – (Novo) Cinema da Palavra – Todas as noites(Toutes Les nuits) de Eugène Green. França, 2001. Com Alexis Loret e Adrien Michaux. 112’. Legendas em português. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 14 anos

 

qua 10

18h30 – (Novo) Cinema da Palavra – O mundo vivente(Le monde vivant) de Eugène Green. França, 2003. Com Christelle Port e Alexis Loret. 70’. Legendas em português. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 14 anos

 

qui 11

18h30 – Cineclub Woo – Bromance de Thiago Sardenberg. Brasil, 2016. Com Thiago Sardenberg, Douglas Dias e Camilla Gavioli. 94’. + Universo 88. Exibição em H264.

Classificação indicativa 14 anos

 

sex 12

18h30 – (Novo) Cinema da Palavra – A ponte das artes(Le pont des Arts) de Eugène Green, França, 2004. Com Adrien Michaux e Natacha Régnier. 126’. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 14 anos

 

sab 13

15h – (Novo) Cinema da Palavra – Memórias (Memories) de Pedro Costa, Harum Farocki e Eugène Green. Coréia do Sul/França, 2007. Com Clément Cogitore e DelphineHecquet. 102’. Legendas em português. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 14 anos

 

17h – (Novo) Cinema da Palavra – A religiosa portuguesa de Eugène Green. Portugal/França, 2010. Com Leonor Baldaque e Francisco Mozos. 127’. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 14 anos

 

dom 14

15h – (Novo) Cinema da Palavra – La sapienza de Eugène Green. França/Itália, 2014. Com FabrizioRongione e Christelle Prot. 101’. Legendas em português. Exibição em MP4.

Classificação indicativa 12 anos

 

17h – (Novo) Cinema da Palavra – Criar a palavra (Fairela parole/Hacer la palabra/Hitza egan) de Eugène Green. França, 2015. Documentário. 116’. Legendas em espanhol.Exibição em MP4.

Classificação indicativa Livre

 

seg 15

19h – Pré-estréia: A Linguagem do Cinema - Série II: Lúcia Murat – Cinema e vida de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264. Sessão seguida de debate com o realizador e a cineasta Lúcia Murat, com mediação de Hernani Heffner.

Classificação indicativa 10 anos

 

ter 16

19h – A Linguagem do Cinema - Série II: Ricardo Miranda – Cinema não é negócio de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

qua 17

19h – A Linguagem do Cinema - Série II: Edgard Navarro– O Canto do sabiá de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

qui 18

18h – A Linguagem do Cinema - Série II: RosembergCariry – O cinema e o silêncio de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

19h – Sala Escura – Wara Wara de José María Velasco Maidana. Bolívia, 1930. Versão restaurada. Com JuanitaTallansier e José María Velasco Maidana. 69’. Legendas em português. Exibição em DVD.

Classificação indicativa 10 anos

 

sex 19

18h – A Linguagem do Cinema - Série II: Carlos Diegues– Vida de cinema de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

19h – Sessão Plano – O 5o. poder de Alberto Pieralise. Brasil, 1962. Com Eva Wilma e Oswaldo Loureiro. 100’. Exibição em 16mm. Sessão seguida de debate.

Classificação indicativa 14 anos

 

sab 20

16h – A Linguagem do Cinema - Série II: Walter Goulart – Filmando o som de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

17h – A Linguagem do Cinema - Série II: Cao Guimarães– Um cineasta do nosso tempo de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

18h – A Linguagem do Cinema – Série II: Erik Rocha – A sombra e o silêncio de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

dom 21

16h – A Linguagem do Cinema - Série II: Luís Carlos Barreto – Histórias de um fotógrafo de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário.52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

17h – A Linguagem do Cinema - Série II: Eduardo Nunes– O tempo e o vento de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

ter 23

18h30 – A Linguagem do Cinema - Série II – Lúcia Murat de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário.52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

qua 24

18h30 – A Linguagem do Cinema – Série II: Walter Goulart – Filmando o som de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

qui 25

19h – CineMAM#8 – A cidade do abraço de pedra de Rodrigo de Janeiro. Pré-estreia. Brasil, 2017. Com André Lemos e Arli Pacheco. 18’. Exibição em H264. + O último filme materialista dialético de Leonardo Esteves. Pré-estréia. Brasil, 2017. Com Renato Coelho e Jorge. 3’. Exibição em 16mm. + Refugiados de Cavi Borges. Pré- Estréia. Brasil, 2017. Com Popole Misenga e Flávio Canto. Exibição em H 264. + Fica para esquecer deChico Rodrigues. Brasil, 2011. Com Aline Bernardi e Felipe Cataldo. 22’. Exibição em H264. + Contrapontode Cristiana Miranda, Igor Cabral, Löis Lancaster e Mariana Bley. Brasil, 2016. Com Cristiana Miranda e Mariana Bley. 4’. + Wragda de Frederico Cardoso. Brasil, 2004. Com Bernardo Melo Barreto e Maria Clara Guim. 11’. Exibição em 35mm. + O sereno desespero de Luís Carlos Lacerda. Brasil, 1972. Com Tarcísio José e Arthur Petit. 11’. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 14anos

Curadoria: Felipe Cataldo

 

sex 26

18h – A Linguagem do Cinema – Série II: Eduardo Nunes– O tempo e o vento de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

19h – Curso Cinema Brasileiro UFF - Bonequinha de Seda de Oduvaldo Vianna. Brasil, 1936. Com Gilda Abreu e Delorges Caminha. 102’. Exibição em H264.

Classificação indicativa Livre

 

sab 27

15h – A Linguagem do Cinema – Série II: Ricardo Miranda – Cinema não é negócio de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

16h – A Linguagem do Cinema – Série II: Edgard Navarro– O Canto do sabiá de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

17h – A Linguagem do Cinema – Série II: Carlos Diegues– Vida de cinema de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

18h – Homenagem a Tunga – O espaço é do artista: Tunga de Ruth Schindler. Brasil, 2014. Entrevista. 70’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 14 anos

 

dom 28

16h – A Linguagem do Cinema – Série II: Cao Guimarães– Um cineasta do nosso tempo de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

17h – A Linguagem do Cinema – Série II: Luís Carlos Barreto – Histórias de um fotógrafo de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário.52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

18h – A Linguagem do Cinema – Série II: Erik Rocha – A sombra e o silêncio de Geraldo Sarno. Brasil, 2017. Documentário. 52’. Exibição em H264.

Classificação indicativa 10 anos

 

ter 30

18h30 – Hollywood I – Fogo de outono (Dodsworth) de William Wyler. EUA, 1936. Com Walter Huston e Ruth Chatterton. 101’. Legendas em português. Exibição em 35mm.

Classificação indicativa 14 anos

 

qua 31

18h30 – Sessão Pianeiro – A dama das camélias(Camille) de Ray C. Smallwood. Estados Unidos, 1921. Com Rudolph Valentino e Nazimova.. 72’. Legendas em português. Exibição em DVD. Sessão com acompanhamento musical ao vivo por Cadu.

Classificação indicativa 14 anos