CINEMATECA

> ATUAIS

Outubro 2014

Ver e Ser Visto + Retrospectiva Cinesul

VER E SER VISTO

Juntamente com o curso homônimo, que acontece no Museu de Arte Moderna, que investiga a dicotomia entre o olho e o olhar; a Cinemateca apresenta uma mostra de filmes que tem como tema o olhar, inclusive aquele tecnologicamente mediado no mundo contemporâneo.

 

RETROSPECTIVA CINESUL

Seleção de filmes exibidos no Cinesul – Festival Ibero-Americano de Cinema nos últimos 20 anos entre homenagens, filmes premiados e exibições especiais. A programação prosseguirá nos próximos meses do ano de 2014.

 

 

sex 03

18h30 – Ver e ser visto – Sexo, mentiras e videotape (Sex, lies and videotape) de Steve Soderbergh. EUA, 1989. Com James Spader, Andie MacDowell, Peter Gallagher. Legendas em português. 100’.

Advogado enfrenta problemas de caráter sexual com sua esposa, ao mesmo tempo em que tem um caso com a cunhada. Sua vida sofre uma transformação com a chegada de um amigo de infância, que grava em vídeo depoimentos de mulheres.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

sab 04

16h – Ver e ser visto – O Casal modelo (Le couple témoin) de William Klein. França/Suiça, 1977. Com André Dussollier, Anémone, Zouc. Legendas em português. 101’. Cópia em DVD.

O ministro do futuro oferece a um casal francês a oportunidade de participar de um teste para o desenvolvimento de uma cidade ideal. Confinados em um apartamento, eles estão sendo sempre vigiados por câmeras de televisão, telespectadores e cientistas.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

18h – Pré-estréia – Nomad’s Land de Quantin Delaroche e Benjamin Clavel. França, 2014. Com La Compagnie Max & Maurice. Legendas em português. 53’.

Instalada numa periferia ou em frente um centro comercial, a trupe de novo circo Max&Maurice transforma com poesia os espaços por onde ela passa.

Classificação indicativa – 14 anos.

 

sex 10

18h30 – Ver e ser visto – Não amarás (Krótki film o milosci) de Krzysztof Kieslowski. Polônia, 1988. Com Grazyna Szapalowska, Olaf Lubaszenko. Legendas em português. 86’. Cópia em DVD.

Rapaz de 19 anos passa a maior parte de sua vida solitária espionando sua vizinha mais velha.

Classificação indicativa – 14 anos.

 

sab 11

16h – Ver e ser visto – O olho mágico do amor de Ícaro Martins e José Antônio Garcia. Brasil, 1981. Com Tânia Alves, Carla Camurati, Arrigo Barnabé. 85’. Cópia em DVD.

Adolescente de 17 anos descobre um orifício na parede do escritório onde trabalha que dá para um quarto de hotel. Ela passa então a vigiar a vida de uma prostituta, que recebe todo tipo de cliente.

Classificação indicativa – 18 anos.

 

18h – Ver e ser visto – A tortura do medo (Peeping Tom) de Michael Powell. Grã-Bretanha, 1960. Com Karlheinz Böhm, Anna Massey, Moira Shearer. Legendas em português. 101’. Cópia em DVD.

Homem assassina mulheres usando uma câmera cinematográfica para filmar suas expressões de terror, enquanto morrem.

Classificação indicativa – 18 anos.

 

dom 12

16h – A Idade do ouro (L’age d’or) de Luis Buñuel. França, 1930. Com Gaston Modot, Lya Lys, Caridad de Laberdesque. Legendas em português. 60’. Cópia em DVD. Sessão seguida de debate.

Fábula surrealista sobre um homem e uma mulher que estão apaixonados, mas não conseguem ficar juntos por conta de suas famílias, a igreja e a sociedade burguesa.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

 

18h – Ver e ser visto – Quero ser John Malkovich (Being John Malkovich) de Spike Jonze. EUA, 1999. Com John Cusack, Cameron Diaz,  Catherine Keener. Legendas em português. 112’. Cópia em DVD.

Homem encontra uma porta escondida que leva até a mente do ator John Malkovich. Ele resolve alugar a passagem para outras pessoas, dentre elas o próprio John Malkovich.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

qui 16

18h30 – Sessão latina – Sala escura – Pré-estréia – Pariatá, Uru, Pitiá de Arnaldo di Pace. Argentina/Brasil, 2014. 30’. Complemento – Neurópolis – Orquestra dos músicos das ruas de São Paulo de Joana Cancio e Lucas Gervilla. Brasil, 2006. 25’.

Mário constrói seus próprios instrumentos musicais, que são verdadeiras esculturas sonoras, e os toca em rodas de choro e samba. No complemento Lívio Tragtenberg reúne músicos anônimos na cidade de São Paulo.

Classificação indicativa – 14 anos.

 

sex 17

18h30 – Retrospetiva Cinesul – Fiestapatria de Luis R. Vera. Chile, 2007. Com Adela Secall, Nelson Brodt, Marcela Osorio. Legendas em português. 110′. Cópia em DVD. Duas famílias se reúnem em uma casa de campo para celebrar o dia nacional e o compromisso de casamento de seus filhos.

Classificação indicativa – 14

 

Sab 18

16h – Retrospetiva Cinesul Crónica de un niño solo de Leonardo Favio. Argentina, 1964. Com Diego Puente, Tino Pascalli, Oscar Espíndola. Legendas em português. 70′. Cópia em DVD.

Menino de internato, anônimo em meio ao abandono e a incompreensão, seu desejo de liberdade e a descoberta da indiferença da sociedade de seu tempo.

Classificação indicativa – 12 anos.

18h – Retrospetiva Cinesul – La edad de la peseta de Pavel Giroud. Cuba, 2006. Com Mercedes Sampietro, Iván Carreira, Susana Tejera. Legendas em inglês. 90′. Cópia em DVD.

Havana, 1958. Alicia e seu filho de dez anos Samuel chegam para morar na casa de Violeta, a excêntrica avó materna do menino. Uma singular relação se estabelece entre esta última e o neto.

Classificação indicativa – 14 anos.

 

Dom 19

16h – Retrospetiva Cinesul - Ensaio sobre teatro de Rui Simões. Portugal, 2006. Documentário. 90′. Cópia em DVD.

Partindo da adaptação teatral da obra literária do José Saramago “Ensaio sobre a Cegueira”, Rui Simões realiza um detalhado documentário sobre todo o processo criativo sobre a arte de fazer teatro.

Classificação indicativa – 14 anos.

18h – Retrospetiva Cinesul – Eros… una vez María de Jesús Magaña. México, 2007. Com Julio Bracho, Ana Serradulla, Mónica Dionne. Legendas em inglês. 90′. Cópia em DVD.

Quando Tonatiuh perde sua amada Maria, a dor e a obsessão por sentir-se amado o levam a buscá-la numa variedade de mulheres também chamadas Maria.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

 

qui 23

18h30 – Cineclube Sessão Plano – Memórias de um estrangulador de loiras de Júlio Bressane.
Grã-Bretanha/Brasil, 1971. Com Guará Rodrigues. 71’.

Matador de jovens loiras comete uma série de homicídios, sempre nos mesmos lugares e da mesma maneira.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

 

sex 24

18h30 – Tesouros da Cinemateca – Catherine (Une vie sans joie) de Albert Dieudonné e Jean Renoir. França, 1924. Com Catherine Hessling, Albert Dieudonné, Eugénie Nau. Legendas em português. 84’. Cópia em DVD. Sessão com acompanhamento de piano ao vivo por Cadu.

Catherine é uma órfã que vive uma vida cheia de dissabores num ambiente cercado de riqueza e indiferença.

Classificação indicativa – 14 anos.

 

 

sab 25

16h – Extra – Orlando de Alexandre Rudah. Brasil, 2014. Com Patrícia Niedermeier, Joaquim Tomé, Fabiana Nunes. 71’.

Filme experimental inspirado livremente no romance “Orlando: uma biografia” de Virgínia Woolf.

Classificação indicativa – livre.

 

18h – Ver e ser visto – 1984 de Michael Radford. Grã-Bretanha, 1984. Com John Hurt, Richard Burton, Suzanna Hamilton. Legendas em português. 113’.

Um humilde funcionário se apaixona por uma mulher, numa sociedade totalitária onde as emoções são ilegais. Eles tentam escapar dos olhos e ouvidos do Grande Irmão.

Classificação indicativa – 16 anos.

 

sex 31

18h30 – Extra – Coração selvagem (Wild at heart) de David Lynch. EUA, 1990. Com Laura Dern, Nicolas Cage, Willem Dafoe. Legendas em português. 125’.

Sulista rica e instável não permite o relacionamento de sua filha com um ex-presidiário.

Classificação indicativa – 16 anos.